;-)

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Amor Próprio


Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância,
 eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.
E então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome… Auto-estima.

Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia,
meu sofrimento emocional, não passa de um sinal
de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que isso é…Autenticidade.

Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e
comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de… Amadurecimento.

Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é
ofensivo tentar forçar alguma situação
 ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo,
mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada,
 inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é… Respeito.

Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo
que não fosse saudável… Pessoas, tarefas, tudo e
 qualquer coisa que me pusesse para baixo.
De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama… Amor-próprio
.
Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e
 desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.
Hoje faço o que acho certo, o que gosto,
quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é… Simplicidade.

Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e,
com isso, errei muitas menos vezes.
Hoje descobri a… Humildade.

Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de
 preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente,
que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é… Plenitude.

Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e
 me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração,
ela se torna uma grande e valiosa aliada.

Tudo isso é… Saber viver!!!

Charles Chaplin

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Reflexão


     


     Hoje resolvi não postar pesquisas, listas ou coisas do tipo. Estava em um daqueles dias em que nos pegamos pensando no real sentido da vida., quando falo sentido "real" da vida não é aquele só filosófico, religioso ou mesmo algo do tipo muita vezes cheio de hipocrisia por debaixo dos termos; mas sim o modo que nos sentimos em frente a vida, do dia a dia, da labuta.
     Tudo que vimos, ouvimos e sentimos deve ter um significado maior do que imaginamos, nessa vida curta e rápida, penso que ninguém deve estar á passeio, mesmo assim muitos não tem consciência disso e desperdiçam seu raro tempo nessa viagem rápida de turismo pela terra  com sentimentos ruins e pensamentos pequenos.
Sabe aquele momento que você assisti um filme bem dramalhão e para para refletir? - Eh quase isso, mas vai além.
    Longe de mim de colocar "verdades" á outros, mesmo porque cada um fala e faz como pode, nem sempre como quer. Só acho que as pessoas deveriam se dar mais valor, valorizar á família, o mundo ao redor. Deixar de lado o materialismo, o consumismo excessivo.Trabalhar seu lado espírito, e quando falo espírito, não faço menção á religião porque acredito na liberdade de expressão e opinião.
   Muita gente passa o tempo dessa rápida passagem  preocupando-se demais com a vida dos outros, mas no sentido totalmente negativo e com um individualismo infundado vive seu próprio mundo fechando os olhos para a realidade.
   Quem tem mais é sempre o melhor?? Não gosto muito dos ditados clichês, mas tenho que dizer: quase todos tem muito sentido. Bem, "Nem tudo  que reluz é ouro" ...não se engane por uma capa sem antes ler o texto que há no livro, nunca subestime alguém sem ver do que ela passou ou é capaz.
   Por fim acho que todos devem ter esse momento de reflexão, possa mudar e crescer com isso, sempre positivamente. Deixando de lado os sentimentos medíocres! O que você ganha sendo preconceituoso? Falando mal dos outros? Criando intrigas? Só atrairá ódio e coisas negativas.
    Estabeleça metas! Crie objetivos para um bem comum, garanto que o maior beneficiado será você mesmo.
 para ti mesmo! 

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Como saber quem Ignorou ou Recusou seu pedido de amizade no Facebook.

      Nível: Básico
Aplicativo necessário: Firefox, Greasemonkey e Unfriend Finder
Número de passos: 5

Quando você recebe uma solicitação de amizade, mesmo que a recuse ("Agora não"), é possível visualizá-la depois, na lista de solicitações pendentes. Mas, e as solicitações de amizade que você enviou e ainda não foram aceitas, como fazer para vê-las? Infelizmente, o Facebook não possibilita, em suas opções originais, que isso seja feito.

      Graças a essa pequena "falha", só é possível cancelar as solicitações de amizade que lembramos de ter feito, indo até o perfil da pessoa em questão. Mas, como a maioria das pessoas não se recorda de todos os amigos que convidou, isso acaba não sendo muito útil.


Facebook atinge quase metade dos internautas (Foto: Divulgação)Facebook (Foto: Divulgação)
Nesta dica, o TechTudo mostrará como visualizar a lista de amizades pendentes e, por consequência, poderá excluir as que se arrependeu de ter enviado. Siga o passo a passo abaixo e veja como.
Para este tutorial é necessário ter instalados o Firefox, Greasemonkey e Unfriend Finder.

Passo 1. Primeiramente, veja a dica Como descobrir quem te excluiu do Facebook e instale o Unfriend Finder em seu computador.

Passo 2. Com o aplicativo instalado, acesse sua conta do Facebook e, na página principal, clique no botão "Ex-amigos", no canto superior direito, recém adicionado pelo novo aplicativo.


Visualizando a lista de amizades pendentes (Foto: Reprodução/TechTudo) 
Visualizando a lista de amizades pendentes (Foto: Reprodução/TechTudo)
Passo 3. Na página do aplicativo Unfriend Finder, clique na opção "Aguardando pedidos" para visualizar a lista de amizades pendentes.

Passo 4. Ao lado dos nomes de cada perfil, existe o botão "Remover conexão". Clique sobre ele para cancelar o envio da solicitação de amizade.


Visualizando a lista de amizades pendentes (Foto: Reprodução/TechTudo)Visualizando a lista de amizades pendentes (Foto: Reprodução/TechTudo)
Passo 5. Em alguns casos, por motivo de incompatibilidade, essa funcionalidade do aplicativo pode não funcionar. Caso isso ocorra, vá até o perfil da pessoa e clique em "Cancelar solicitação de amizade", no canto inferior esquerdo da página.

      Mesmo que nem sempre todas os recursos do aplicativo Unfriend Finder funcionem, pelo menos agora você pode saber quais são as pessoas que você convidou e que ainda não aceitaram sua solicitação de amizade e, caso deseje, removê-las.

 Fonte: Por Ramon Cardoso da redação do
http://www.techtudo.com.br