FAMOSIDADES
FAMOSIDADES
Por JULIANA KALIL
RIO DE JANEIRO - Já se passaram 19 temporadas e “Malhação” continua no ar firme e forte. Nem mesmo a inconstância dos níveis de audiência fez a novela juvenil ser um programa removido da grade da Rede Globo. Porém, é importante lembrar o quanto esta atração passou a ser fundamental na renovação do elenco da emissora.
A trama, que era apenas um investimento do canal para levantar a audiência do final da tarde, passou a ser um celeiro de novos talentos. Com o passar dos anos, mocinhos e vilões, como Nathalia Dill, Caio Castro, Luigi Barricelli e Fernanda Vasconcellos, ganharam espaço e renovaram seus contratos com a Globo. Aliás, ainda tiveram aqueles que foram com moral para outros canais. Guilherme Berenguer e Juliana Silveira são bons exemplos.
Vale lembrar que os cômicos conseguiram também lutar por um lugar ao sol na emissora e se saíram muito bem. Estão aí Cauã Reymond e Mariana Rios para provar. Enquanto vão surgindo novos pupilos da televisão em mais uma temporada, vamos relembrar quem mostrou o talento em “Malhação” e acabou conquistando os telespectadores!


Divulgação
Divulgação
Luigi Baricelli até fez algumas participações em novelas e séries, mas só conseguiu destaque mesmo com o personagem Romão de “Malhação”, em 1995. O ator permaneceu por três anos no elenco da academia e depois conquistou seu espaço na Rede Globo. O primeiro protagonista de uma trama na Rede Globo só veio em 2001 em “A Padroeira”, onde fazia par romântico com Deborah Secco. Outros papéis marcantes na carreira do ator vieram nas novelas “Laços de Família” (2000), “Sabor da Paixão” (2002) e “Um Só Coração” (2004).

Divulgação
Divulgação

Começar a carreira artística como figurante do programa “Fantasia” e no palco do “Domingo Legal”, ambos no SBT, não era bem o que Fernanda Vasconcellos sonhava. Por isso, a atriz correu atrás de seu objetivo e passou no teste da Globo para interpretar a protagonista da temporada de 2005 de “Malhação”. Na trama, ela era Betina e fazia par romântico com Thiago Rodrigues. A sintonia do casal foi tão grande que os dois acabaram repetindo a dose, posteriormente, em “Páginas da Vida”, novela de Manoela Carlos. Após ser uma das principais personagens de “Tempos Modernos” (2010), Fernanda vai encarar a protagonista de “A Vida da Gente”, próximo folhetim das 18 horas que estreia em setembro na Rede Globo.

Divulgação
Divulgação

Cauã Reymond chegou em “Malhação”, em 2002, chamando atenção apenas por sua beleza. A crítica em cima da má atuação do ator era grande. Mas, aos poucos, seu personagem Mau Mau foi ganhando espaço na novelinha juvenil e fez com que o ator tivesse seu contrato prolongado com a Rede Globo. Em “Da Cor do Pecado”, mais um personagem cômico para o currículo do bonitão. Thor Sardinha conquistou o público assim como a Mamuska, interpretada por Rosi Campos. Em seguida, Cauã conseguiu mostrar seu talento com o drama ao interpretar o Halley em “A Favorita” (2008) e o drogado Danilo em “Passione” (2010). Mas é em 2011 que o ator vem arrasando com seu primeiro protagonista, o herói Jesuíno de “Cordel Encantado”, novela das 18 horas da Rede Globo.

Divulgação
Divulgação

O rostinho angelical de Nathalia Dill estreou em “Malhação”, em 2007, como a vilã Débora. Mas, em seguida, pesou a fisionomia um tanto doce da atriz. Por esse motivo e pelo talento demonstrado durante duas temporada da trama juvenil, Nathalia acabou ganhando dois papéis como protagonista, em “Paraíso” (2009) e “Escrito nas Estrelas” (2010). Atualmente, ela se destaca em “ Cordel Encantado”, novela das 18 horas da Rede Globo, com a guerreira Doralice.

Divulgação
Divulgação

O ator Guilherme Berenguer estreou na televisão em 2004 em “Malhação” com o mocinho – que estava mais para rebelde – Gustavo. Ao lado de Juliana Didone, o rapaz conquistou admiradores fora e dentro das telinhas. Por isso, o ator continuou na emissora, mas não conseguiu nenhum papel de protagonista. Foi só em 2011, e na Record, que Guilherme ganhou o papel de maior destaque na trama “Vidas em Jogo”. Francisco é o mocinho disputado pelas personagens de Thais Fersoza e Julianne Trevisol.

Divulgação
Divulgação

O papel de Mariana Rios não era o principal de “Malhação” (2008), mas teve tanto destaque quanto os protagonistas. A atriz fazia um papel cômico ao lado de Jonatas Faro, que interpretava o atrapalhado Peralta. Além do talento como atriz, a novelinha deu a Mariana a oportunidade de mostrar seu potencial como cantora, já que Yasmin, sua personagem, cantava na trama. Apesar de só ter feito “Araguaia” (2010) após sair de “Malhação”, a atriz tem sido vista em programas de TV e no DVD do grupo Exaltasamba.

Divulgação
Divulgação

Juliana Silveira começou como assistente de palco de Angélica, e apenas nove anos depois conseguiu o papel de protagonista de “Malhação” (2002). O par romântico vivido por Júlia, sua personagem, e Pedro, interpretado por Henri Castelli, fez o casal se tornar o queridinho dos adolescentes e ficar por duas temporadas. Sem muitas chances na Rede Globo, Juliana foi convidada para fazer parte do elenco de “Floribella” (2005), onde ela seria novamente a protagonista. A loira aceitou e fez muito sucesso com a criançada. Na Record, a atriz também teve o papel de maior destaque em “Chamas da Vida”, em 2008

Divulgação
Divulgação

Caio Castro nem pensava em ser ator quando se inscreveu para o concurso da nova estrela de “Malhação”, em 2008. Ao ficar com o primeiro lugar, o bonitão resolveu levar o assunto a sério. E levou mesmo! Após três anos na novela, o ator engatou mais um trabalho na Rede Globo com o personagem Edgar de “Ti-Ti-Ti”, em 2010. Sem ter muito tempo para descanso, Caio aceitou o convite de Aguinaldo Silva e já está no ar em “Fina Estampa”, sua primeira trama no horário nobre

Divulgação
Divulgação

Estrelando uma temporada diferente em “Malhação”, Priscila Fantin entrou na novela em 1999 para interpretar a doce Tati. Esta foi a época em que a novela passou a ser ambientada em um colégio, e não mais em uma academia. Ao lado de Mário Frias, a atriz mostrou personalidade e também conseguiu espaço na Rede Globo. Após uma participação em “As Filhas da Mãe”, a atriz encarou um grande desafio: protagonizou uma novela em horário nobre. “Esperança”, de 2002, fez Priscila virar a nova queridinha da Rede Globo. Outra protagonista veio em 2005 no folhetim “Alma Gêmea”. Seu último trabalho na TV foi em “Tempos Modernos” (2010), trama das 19 horas da Rede Globo

Divulgação
Divulgação

Ninguém imaginava que aquela menina de cabelo vermelho e arrepiado poderia se tornar protagonista de uma novela das 21 horas da Rede Globo. Mas foi isso que aconteceu com Marjorie Estiano. O visual revoltado de Natasha, sua personagem em “Malhação” de 2004, poderia ter a tirado dos planos de qualquer autor da Rede Globo, mas não do imprevisível Aguinaldo Silva, que escalou a atriz para protagonizar a novela “Duas Caras”, em 2007. Paralelamente à carreira de artista, Marjorie também lançou DVD como cantora.

Fonte: 
Famosidades