;-)

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Toxoplasmose Ocular

A Toxoplasmose Ocular é uma doença causada por um parasita chamado Toxoplasma gondii. A toxoplasmose pode causar diversas alterações no nosso organismo. Nesse texto, falaremos apenas das lesões oculares causadas pela toxoplasmose, a Toxoplasmose Ocular.

Como se pega Toxoplasmose Ocular?

O toxoplasma Gondii que é o germe causador da toxoplasmose pode ser contraído de 2 formas:
  • Através da ingestão de alimentos contaminados, como verduras, legumes, água, carne de porco mal cozida etc...
  • Através da passagem do parasita pela placenta. Ou seja, uma gestante contaminada pela toxoplasmose pode transmitir a doença para o ser filho durante a gravidez.

Acredita-se que a maioria das lesões oculares causadas pela toxoplasmose seja decorrente de casos de transmissão intraútero.
Vale ressaltar, que nem todos os pacientes que contraem o toxoplasma vão ter lesões no olho. Alguns vão ter apenas lesões em outros órgãos ou sintomas parecidos com uma gripe comum. Não sabemos porque algumas pessoas vão apresentar lesões oculares e outros não.

O que a Toxoplasmose causa no Olho?

A toxoplasmose ocular pode causar lesões na parte anterior do olho, chamada uveite anterior. Essa forma é leve e geralmente não deixa grandes seqüelas se tratada corretamente.
A forma mais grave da toxoplasmose ocular são as lesões da retina e da coróide. Essa forma é chamada de coriorretinite ou uveite posterior.
A retina é a estrutura do olho que capta as imagens e leva para o cérebro através do nervo óptico. A toxoplasmose ocular causa uma lesão na retina causando uma cicatriz. No local dessa cicatriz a retina não funciona mais. Logo, podemos concluir que se a cicatriz for grande e em uma parte importante da retina, a pessoa pode ter a visão bastante prejudicada. Entretanto, se a lesão for pequena e numa região mais periférica e menos importante da retina, a pessoa não vai apresentar nenhuma repercussão visual.
A região mais importante da retina é a mácula. A mácula é responsável pela visão central e infelizmente é uma região muito afetada pela toxoplasmose ocular

Lesão de toxoplamose em atividade

Lesão de toxoplamose cicatrizada

A Toxoplasmose pode afetar os dois olhos?

Sim. As lesões da toxoplasmose podem ocorrer nos dois olhos e cada olho pode ter uma ou várias lesões. As formas de toxoplasmose transmitidas durante a gestação são mais fáceis de acometer os dois olhos

Como evitar pegar a Toxoplasmose?

Primeiro evitar comer alimentos contaminados. Ou seja, evitar comer verduras mal lavadas e carne de porco mal cozidas em locais aonde não se pode confiar na higiene. Também é importante evitar contato com animais domésticos contaminados (gatos principalmente) e locais aonde esses animais freqüentam, como tanques de areia, parques públicos etc. As mulheres grávidas além de seguirem as recomendações acima com mais rigor, devem realizar um pré natal adequado, com exames de sangue no 1º e no 3º trimestre de gestação. Se estiverem contaminadas devem ser medicadas para impedir de transmitir a doença para os seus filhos

Quando a mãe pode passar toxoplasmose para o filho ?


Uma mãe pode passar toxoplasmose para o seu filho durante a gravidez. Quando uma grávida faz o exame de pré natal e vem com IgM e IgG negativos para toxoplasmose signfica que ela nunca teve contato com toxoplasmose antes. Se ela pegar toxoplasmose durante a gravidez (nesse caso o IgM passa a ser positivo) ela tem grande risco de passar a toxoplasmose para o seu filho (toxoplasmose congênita). Mas se o exame de sangue mostrar IgM negativo e apenas o IgG positivo, significa que ela já teve contato antes com o germe da toxoplasmose. Nesse caso, ela não corre risco de transmitir a doença para o filho.
Resumindo, o risco de transmissão existe quando a gestante se contamina com a toxoplasmose pela 1a vez na vida durante a gravidez.


Ficou na dúvida... quer entender melhor sobre a toxoplasmose na gravidez...então leia o texto abaixo
http://www.mdsaude.com/2010/08/toxoplasmose-gravidez-toxoplasmose.html

Toxoplasmose ocular: Sintomas

O sintoma mais importante da toxoplasmose é a diminuição da visão. Ela pode ser muito ou pouco importante dependendo do tamanho e da localização da lesão (vide explicação acima). Além disso, pode ocorrer vermelhidão ocular, visão de pontos pretos flutuando na frente dos olhos, dor ocular e fotofobia.

Como é feito o diagnóstico da Toxoplasmose Ocular?

A toxoplasmose ocular é diagnosticada pelo exame de fundo de olho. Através de lentes especiais o oftalmologista é capaz de observar diretamente a retina e visualizar se há lesões compatíveis com a toxoplasmose. Ao lado disso, exames de sangue (sorologia IgM e IgG para toxoplasmose) ajudam a confirmar ou não o diagnóstico.

Toxoplasmose ocular: Tratamento

O tratamento da toxoplasmose no olho é feito com colírios antiinflamatórios a base de corticóide e colírios chamados cicloplégicos (dilatam a pupila) para amenizar a dor. Mas o mais importante desse tratamento é o uso de antibióticos por via oral (comprimidos).
O tratamento clássico é feito com 3 medicamentos associados: Sulfametoxazol, pirimetamina e ácido folínico.
O ácido folínico é usado para evitar um dos efeitos colaterais da Pirimetamina, que é a supressão da atividade da medula óssea (pode causar dimuição das células do sangue). O ácido folínico as vezes é difícil de achar em farmácias comuns e pode ser preciso mandar fazer em farmácias de manipulação. Atenção: ácido fólico não é a mesma coisa de ácido folínico. Tem que tomar cuidado para não confundir na hora de comprar.
Uma opção mais simples e também muito eficaz é usar Bactrin F (Sulfametoxazol + trimetoprima juntos). Em alguns casos mais graves também é necessário utilizar corticoesteróides por via oral (comprimidos), como a Prednisona (meticorten).
Para pessoas que tem alergia à sulfa, as opções disponíveis são Clindamicina e também a Azitromicina.

Toxoplasmose Ocular
Existe tratamento para a cicatriz da Toxoplasmose?


Infelizmente, a medicina atual ainda não tem como recuperar a visão que foi perdida devida a cicatriz da toxoplasmose. Não há como nós médicos "retirarmos" a cicatriz do olho, então, o local aonde a cicatriz atingiu, não tem como ser recuperado. Talvez, no futuro, com terapia genética ou células tronco seja possível mudar o tratamento da toxoplasmose.

A Toxoplasmose pode voltar?

Sim. Não se sabe porque alguns pacientes apresentam várias recidivas da toxoplasmose no olho enquanto outros tem a doença apenas uma vez. No entanto, sabemos que uma diminuição da imunidade pode fazer com que a doença volte. O parasita fica alojado na retina em forma de cistos. Esses cistos são resistentes aos medicamentos. Quando esses cistos rompem, o parasita pode causar novas lesões na retina.

Para saber mais sobre a Toxoplasmose na gestação, como diagnosticar a tratar essa doença, além de outras formas de toxoplasmose como a toxoplasmose congênita, leia esse blog de autoria do Dr. Pedro Pinheiro
http://www.mdsaude.com/2010/08/toxoplasmose-igg.html

Para saber sobre os efeitos colaterais dos Corticóides leia esse texto:
http://www.medicodeolhos.com/2010/04/corticoides-efeitos-colaterais-nos.html


Saiba mais sobre outra formas de Uveite lendo o texto abaixo
http://www.medicodeolhos.com/2010/10/uveite-ocular.html


Leia mais sobre Degeneração Macular da retina no texto abaixo
http://www.medicodeolhos.com/2010/07/dmri-prevencao-e-tratamento.html